Menu fechado

Notícias

Projeto Revitaliza Rio propõe recuperar locais públicos

Mesmo com as dificuldades impostas durante o ano, o Projeto Revitaliza Rio, que visa recuperar espaços públicos da cidade que foram alvo de degradação ao longo dos anos, restaurou tradicionais parques cariocas, por meio do trabalho de suas coordenadoras Renata Lima e Luciana Levacov. Elas participaram no dia 9 de dezembro da reunião virtual do Conselho Empresarial de Assuntos Culturais da ACRJ, presidido por Vera Tostes.

“Identificamos locais na cidade que precisam de intervenção, onde o poder público não consegue chegar, por falta de recursos, por exemplo. O Revitaliza está aqui para criar conexões com o poder público e buscar recursos junto à iniciativa privada”, explicou Renata Lima. Em 2020, o projeto recuperou o Parque da Catacumba e o portão do Parque Guinle.

“Estamos entregando o Parque da Catacumba renovado, com 32 estruturas artísticas restauradas. Reformamos a sede, que é um projeto arquitetônico modernista premiado. Essa sede é usada por um grupo de idosos para aulas de ioga.” De acordo com Renata Lima, foram instaladas novas placas marcando trilhas de caminhada com identificação de fauna e flora.

Já o portão do Parque Guinle foi inteiramente recuperado. “Cada ornamento foi retirado e limpo, alguns foram roubados, mas foram refeitos por meio de impressora 3D. O espaço vai ser entregue este mês”, acrescentou.

Luciana Levacov deu detalhes de como a iniciativa foi realizada. “Elencamos esses dois espaços e fizemos um projeto bem estruturado, apresentamos para o setor público que aprovou. A iniciativa privada abraçou a ideia. As empresas estão comprometidas com o resgate da cultura e do meio ambiente.”

Membro do Conselho de Assuntos Culturais, a curadora Vanda Klabin participou do planejamento na parte de pesquisa, para identificar e restaurar as esculturas. “O projeto não recupera só o patrimônio artístico e cultura, mas também a arte urbana do cenário carioca. São lugares privilegiados, abertos ao público. Depois de ficarem desgastadas com o decorrer dos anos, serão entregues ao público novamente”, disse a conselheira.

Para 2021, o Revitaliza Rio já tem iniciativas no horizonte, como um projeto de arte e educação itinerante. A partir de maio, um caminhão com temas de meio ambiente e ciência deve circular pela cidade levando acervo de obras de arte interativa e sensoriais. Além disso, já existem conversas para revitalização de áreas do Centro do Rio. “Em 2022, com o bicentenário da Independência, a ideia é já estar realizando esses projetos. Estamos abertas para novas propostas e ideias”, concluiu Luciana.