Menu fechado

Notícias

Conselho de Energia vai elaborar propostas para a consulta pública aberta pelo do Governo do Estado

O Conselho Empresarial de Energia e Transição Energética da ACRJ se reuniu nesta 4ª feira (24/1) para definir as pautas prioritárias para este ano. Uma delas será a contribuição do Conselho na consulta pública aberta pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Energia e Economia do Mar (Seenemar), para definir diretrizes estratégicas da transição energética no Rio de Janeiro. Esse é o primeiro passo para a elaboração da Política Estadual de Transição Energética. O prazo para o recebimento das contribuições termina em 04/03/2024. O presidente do Conselho, Gabriel Kropsch, adiantou que os conselheiros vão elaborar um documento com as sugestões da ACRJ em áreas como bioenergia, petróleo e gás natural, transporte, infraestrutura, entre outras.

Outro tema discutido durante a reunião, e que também terá prioridade no Conselho, é o PL municipal 2201/2023, que trata da política sustentável de substituição da frota de ônibus do transporte coletivo de passageiros por veículos de baixa emissão de gases CO². Na mesma linha de atuação, será elaborado um documento com as sugestões de alteração do PL propostas pelo Conselho a ser encaminhada pela ACRJ à Prefeitura e à Câmara dos Vereadores. “Será uma oportunidade para a ACRJ, através do Conselho, apresentar suas demandas e o posicionamento em relação a este tema tão importante para a cidade do Rio”, disse Kropsch.

Os conselheiros voltaram a discutir a questão da segurança em instalações de geração distribuída, debate iniciado no ano passado. O presidente do Conselho informou que será elaborado um material baseado no “Mapa da Energia Renovável” do estado do Rio de Janeiro. A ideia, de acordo com Gabriel, é propor um trabalho em parceria com o Conselho de Segurança e Ordem Pública da ACRJ para formatar propostas para o Governo Estado em relação a este assunto. O Conselho também vai propor uma interação com os Conselhos de Educação e do Meio Ambiente da ACRJ para desenvolvimento de ações conjuntas nessas duas áreas.