Menu fechado

Notícias

Oito Igrejas do Centro do Rio começam a badalar seus sinos simultaneamente

A Igreja de Nossa Senhora da Lapa dos Mercadores

Os sinos de oito igrejas do Centro do Rio começaram a badalar, simultaneamente, neste dia 1º de dezembro em três horários, como parte da ação liderada pela Associação Comercial do Rio de Janeiro, através do Conselho Empresarial de Cultura, com o apoio da Arquidiocese do Rio, por meio de suas Irmandades. Esta é uma tradição antiga da cidade que agora retorna para contribuir nesta retomada do movimento no Centro do Rio. A ideia nasceu a partir de um pedido feito pelo presidente da ACRJ, Josier Vilar, ao Cardeal Dom Orani Tempesta.

“Nosso objetivo com esta ação é fazer com que o Centro do Rio reúna novamente as pessoas. Não apenas os turistas que visitam a nossa cidade, mas os moradores também. Que voltem a frequentar o Centro nos finais de semana, quando diversos eventos culturais estão acontecendo. O Centro da cidade tem, além das festas e igrejas, um patrimônio histórico singular que merece ser compartilhado com todos os brasileiros”, disse o presidente da ACRJ, Josier Vilar. Ele também ressaltou o apoio das equipes do Segurança Presente, “que tem atuado de forma bastante eficaz na região central da cidade, garantindo a segurança aos visitantes. A ACRJ apoia o projeto Reviver Centro e está empenhada nesta revitalização do Centro do Rio”, completou.

As seguintes Igrejas aderiram ao projeto vão tocar seus sinos durante todo o mês de dezembro: Antiga Sé, Candelária, Lapa dos Mercadores, Santa Cruz dos Militares, Santa Luzia, Santo Antônio, São José e São Francisco de Paula. Todas vão tocar os sinos, simultaneamente, em três horários: 10h, 12h e 15h. O último badalar do sino será do Mosteiro de São Bento, às 18h.

Campanário da Igreja dos Mercadores,
na Rua Ouvidor

Fotos: Divulgação Diário do Rio